sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Espetáculo "Fale-me de Amor" - Bienal Internacional de Poesia



Este é o grupo Vivoverso. Estaremos apresentando na abertura da I bienal internacional de Poesia dia 03 de setembro de 2008 às 21 horas, o espetáculo "Fale-me de amor". Uma maneira de contar e cantar de forma carinhosa os poemas de Afonso Romano de Sant'Anna.
Anotem em suas agendas e não percam esta confraternização de palavra, poesia e arte.



Direção e Produção: Prof. Sylvia Helena Cyntrão, Heloísa Alves de Souza e Grupo Vivoverso


O amor não se mede

pela liberdade de se expor nas
praças
e bares, em empecilho.
É claro que isto é bom e, às vezes,

sublime.

Mas se ama também de outra forma, incerta,

e este o mistério:

- ilimitado o amor às vezes se limita,

proibido é que o amor às vezes se liberta.




Mais informações sobre a Bienal em: http://www.bienaldepoesia.unb.br/











2 comentários:

Julliany disse...

Dê, blog delicado como você! p'urarte! Beijos!!!

digumes disse...

Eh, Mulher!! Você tem mesmo o dom das palavras... Achei mesmo que não choraria mais pelo Agenor, porque de tristeza ele não gostava, né? Mas depois de ler o microcosmos, me debulhei em lágrimas, ainda estou emocionada...
Adorei o seu blog, o máximo mesmo, depois de olhá-lo me deu até coragem de melhorar o meu(cinesiologia.blogspot.com).
Um beijo enorme e concluo que realmente você tem que galgar esferas superiores pois está jogando pérolas aos porcos!!!
O quê salva é que alguns porcos são vaidosos, não?
Pode me abandonar a hora que quiser,vou ficar feliz com o seu crescimento, poeta!!!
Cara, como é difícil escrever prá professor de português!!!!