segunda-feira, 26 de março de 2012

Bordô

Temos nossos medos
e algumas feridas expostas à ceu aberto
No entanto temos a sede de futuro,
e uma alegria de presente e,
de repente aparecem
estas tramas delicadas

que nos seguem...
Misteriosas
Deliciosas
Carinhosas
Simplesmente
tecidas...
Vão formando assim unidas
nossas vidas

Um comentário:

Marisa. disse...

Linda poesia... dançante.