sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Uma Ode à Lope de Vega...

A imagem de um poeta... Coisa mais rara!
Poeta tem que assumir o nada e,
de repente, por meio de sua arte
se faz, parte.
A mais importante...
O soneto de 14 versos prova,
que do amor se faz o ofício
mais nobre

2 comentários:

Will disse...

Adorável post!

Conseguir colher flores ainda quando o coração atravessa um deserto, talento dos poetas.

Abraço!

Sabrina disse...

Adorei seu blog. bjos