quinta-feira, 3 de junho de 2010

Eduardo Galeano... Siempre


Sete anos e alguns meses distante daquele encontro em Porto Alegre, reencontro a literatura de Eduardo Galeano. Enquanto me ocorrem algumas lembranças pessoais de minhas aventuras pela cidade e daquela maravilhosa conferência sobre cinema durante o Fórum Mundial Social de 2003. Reconheço o mal feito e me entrego... Só agora consegui dedicar-me a leitura do clássico"Venas Abiertas de Americas Latina".

Percebo, hoje, nesta obra de Galeano uma mistura peculiar do literário, social, cotidiano e particular. Este uruguaio acredita que nós, latinos americanos, não podemos nos dissociar da parte histórica-social que nos engendrou. A literatura é sem dúvida um legado para todas as épocas.



Um comentário:

Adeilton Lima disse...

Obrigado pela visita, querida! Beijão! E viva Galeano!