terça-feira, 9 de setembro de 2008

Bienal Internacional de Poesia & Feira do Livro de Brasília




Que ressaca maravilhosa:
Tanto verso e tanta prosa...
Verso nas esquinas e nos bares
Vivência pura com a palavra
esparramada, cantada, ingerida
Nutrida de samba e alegria...
Afonso Romano, Isolda Marinho,
Jorge Amâncio, Elisa Lucinda, Thiago de Mello
Marcos Freitas, Nicolas Behr, Turiba e Xico Chaves
Fabrício Carpinejar, Sylvia Cyntrão e Márcia Tiburi
Carlos Augusto- Cacá, Mambembrincantes e Tribo das Artes
Elga Laborde, João Carlos Taveira e Radicais Livres
Todos nos rendemos a canção
para entrar na Terra-Alma-Cerrado
e subir em versos ramificados
e ipês poemáticos.



Um comentário:

Julliany Mucury disse...

su-bli-ma.

foi mágico querida amiga-poeta.

inté.